Membros

Dicas

 

    Dança de Salão

 

Cigarros e Copos

Na pista, jamais. Quando isso acontece todo mundo já sabe que o personagem não é dançarino. Ao ver isso, informe imediatamente a direção da casa, que tem a obrigação de coibir o abuso.

...............................................................................................................................................................................................................................................................

 

Suor & Hálito

Todo mundo transpira quando dança, é normal. Anormal é não ir ao banheiro de vez em quando para se recompor . Se possível, leve uma camisa extra para trocar no meio do baile. O hálito requer cuidado especial e permanente. Depois de várias horas, fica vencido. Cuidado!

...............................................................................................................................................................................................................................................................

 

Sem chicletes

Dançar mascando chiclete é muito feio e ponto final.

...............................................................................................................................................................................................................................................................

 

Olho no olho?

Depende. Cada situação na dança é diferente. Há momentos que fica bonito olho no olho. Porém, forçar o tempo todo é até constrangedor. Insuportável é dançar com alguém  que fica olhando para os lados ou para baixo o tempo todo. Isso denota falta de prazer na dança e total descaso pelo parceiro, ou parceira.

...............................................................................................................................................................................................................................................................

 

A dama pode convidar?

Sim. Está cada vez mais comum que as mulheres também convidem para dançar, principalmente em turmas que se encontram com freqüência. E não há nada de errado se convidar um cavalheiro que acabou de conhecer. Essa regra machista e tola de só o homem convidar precisa desaparecer. O baile será melhor quando todos tiverem essa liberdade.

...............................................................................................................................................................................................................................................................

 

Salto Perigoso

Senhoras e mocinhas, cuidado com o salto. Não se faz movimentos perigosos, tipo erguer o pé pra trás (voleios) quando há outros casais por perto. Essa brincadeira pode acabar num pronto socorro, com alguém sangrando e roupa rasgada, já imaginou o constrangimento? E, por favor, não usem aquele salto agulha assassino, que fura o pé alheio.

...............................................................................................................................................................................................................................................................

 

Cotovelos

Nunca dance com os cotovelos erguidos, para não atingir involuntariamente outras pessoas, principalmente nos giros. A posição correta dos cotovelos, sobretudo por motivos de segurança, conforto, cansa menos e até de estética, e que estejam apontados para o chão.

...............................................................................................................................................................................................................................................................

 

Abraços

Não se abraça na dança como quem pega um saco de farinha. Serenidade e classe fazem toda a diferença e causa já no primeiro contato uma bela impressão. Iniciar o abraço com suavidade e elegância, sem pressa, é um toque de classe dos velhos milongueiros. Pode ser adotado no bolero, na valsa e similares. As damas devem mostrar a mesma calma e charme.

...............................................................................................................................................................................................................................................................

 

Peso ou conforto?

Professores antigos do tango e conservadores ensinam que o braço fica estendido deve estar duro. “Engessado”, como se ensina nas aulas. É polêmico.  O braço tem que estar firme, mas jamais duro, porque isso pesa e cansa. Quem sofre mais é o cavalheiro, responsável pela condução. Além de ser horrível na hora de girar, com risco de atingir outros casais. Esqueça essa regra sem sentido. O braço não tem que ficar durão e sim confortável e mais próximo ao corpo nas pistas lotadas. Mas suficientemente firme para ajudar no equilíbrio do casal. Em salões lotados é absurdo e impossível dançar de “bração” esticado e duro.

...............................................................................................................................................................................................................................................................

 

Mão de Ferro

Nos ritmos caribenhos, Forró, Samba Rock há muito trabalho de braço. É comum se observar dançarinos que querem se exibir e quase arrebentam com as meninas. Aqueles egocêntricos que dançam sozinhos, usando a mulher só de escada. Calma, rapazes!

...............................................................................................................................................................................................................................................................

 

Fichinhas

O surgimento da figura do Personal Dance é uma realidade. Logo, algumas regras de etiquetas precisam ser observadas. Por exemplo, não ficar contando fichinhas na mesa. As casas precisam criar uma forma discreta de lidar com as fichinhas. E, se o personal convidar espontaneamente alguém para dançar, não pode depois cobrar por isso.

...............................................................................................................................................................................................................................................................

 

A seleção acabou. E agora?

Meninos, não larguem as meninas no meio da pista. É muito feio e uma das coisas que elas mais reclamam. É polido, elegante e gentil conduzir a dama de volta à mesa ou proximidades se o acesso estiver complicado.

...............................................................................................................................................................................................................................................................